Monthly Archives: Abril 2010

Pormenores…

… e cores de Madrid.

2 comentários

Filed under Madrid, Pormenores

Amor Impossível

Na serra da Arrábida.

2 comentários

Filed under Pormenores, Setúbal

Pontes de Paris

Paris tem muitos encantos, e entre eles estão sem dúvida as várias pontes que se erguem sobre o Sena. Tenho várias fotos que ainda hei de publicar, mas para já deixo estas duas, provavelmente as minhas preferidas.

1 Comentário

Filed under Arquitectura, Paris

E agora para algo completamente diferente

Uma abstracta, para variar.

Um poster enrolado, com um berlinde preso na ponta, virado para a janela.

Deixe um comentário

Filed under Abstractas, Berlinde

Oportunidades Perdidas

Por vezes com o entusiasmo descobrir uma boa fotografia, carrego no obturador, sem pensar primeiro o que quero realmente captar, ou como é a melhor maneira de mostrar o que quero transmitir.

Perdi a conta à quantidade de potenciais boas fotos que já perdi por causa disso, mas felizmente, com a experiência, é cada vez mais raro. Mesmo assim ainda me acontece chegar a casa, estar a percorrer as fotos que tirei nesse dia, e ficar frustrado com alguma oportunidade perdida.

É o caso desta foto, que na minha opinião teria ficado muito superior se tivesse tido a presença de espírito para enquadrar a casa dentro do arco formado pela planta.

A foto foi tirada na Serra da Estrela, por isso não é que possa propriamente voltar lá de propósito para corrigir o erro… E são pequenos pormenores como estes que fazem a diferença entre fotos boas ou simplesmente medíocres.

2 comentários

Filed under Análise Foto, Paisagens

Pombos em Setúbal

1 Comentário

Filed under animais, Setúbal

Rita Redshoes

Num concerto há tipicamente pouca luz, pelo que é necessário aumentar o ISO, e seleccionar a maior abertura possível para poder ter as velocidades necessárias para que as fotos não fiquem tremidas.

A escolha do ISO deve recair sobre um valor que possibilite fotografar a velocidades de obturação razoáveis, sem esquecer que este aumento acrescenta mais ruído à imagem. Neste caso, e embora a minha máquina permita ir até aos 1600, escolhi o ISO 800. Mais que isso e o ruído é tanto que as fotos ficam completamente inutilizadas.

O valor de ISO que se pode escolher depende muito da máquina que se têm, em algumas compactas digitais é impraticável ultrapassar um ISO de 200, ao passo que câmaras como a Canon 1D MK-IV permitem atingir os 12800 e continuar a obter ficheiros de qualidade.

As fotos são do concerto da Rita Redshoes em Alvaiázere, no dia 03 de Outubro de 2009.

2 comentários

Filed under Eventos